domingo, 27 de dezembro de 2015

TAG de A a Z






Peço desde já desculpa pela publicação ser tão longa. Como me sinto um pouco inapta para responder à maioria das TAGs, achei por bem começar com uma que me parecesse fácil. O tempo que demorei a conseguir responder demonstrou claramente que não era fácil! (eheheh, olhem só a ingenuidade da tipa a achar que manter um blog vai ser tarefa fácil)

Autor preferido
Hmmm, começa bem! Esta é impossível responder, porque não tenho um autor preferido. Por isso vou antes dizer qual o meu autor preferido dos que li pela primeira vez em 2015. E assim a resposta torna-se fácil: John Verdon.

Bebida preferida durante a leitura

CHÁ!

Citação literária preferida 





“If you want to know what a man's like, take a good look at how he treats his inferiors, not his equals.” – Harry Potter e o Cálice de Fogo, de J. K. Rowling.
Acho que se tornou um hábito ver a maneira como as pessoas se tratam umas às outras, especialmente quando há diferenças de poder ou classe social. E entristece-me bastante ver essas interações.





Detestaste ler 

“Antes de Eu Morrer”, de Jenny Downham. Odeio deixar um livro a meio, mas este admito que só o acabei porque tinha um trabalho para fazer sobre ele.

Estás a ler

“O Terceiro Gémeo”, de Ken Follett.

Feliz por teres dado uma oportunidade 

“O Tempo Que Já Não Viverei”, de Fabio Volo. Recebi-o o ano passado, na feira do livro. Não tinha muita vontade de o ler, mas também não consigo simplesmente ter um livro na estante e nunca o ler, então mentalizei-me que ia mesmo ler, e tive uma surpresa muito agradável.

Género literário que não lês 
Dou uma oportunidade a tudo, portanto acho que não se aplica.

Hardcover ou paperback? 

Não sou muito esquisita, fico feliz com (quase) qualquer livro.

Internet ou livrarias físicas?

Livrarias físicas, sem sombra de dúvida!

Julgas um livro pela capa? 

Não, julgo-o pela sinopse. 

Kobo ou kindle?

Não faço ideia, nunca testei nenhum :(



Livro mais longo que já leste 

“Os Pilares da Terra”, de Ken Follett .





Momento mais importante na tua vida literária 
Um certo momento em “Marley e Eu”, foi a primeira vez que chorei com um livro.

Número de estantes que possuis 
4 incompletas, mas estão em andamento. E venham mais, por favor, que não me queixo de livros em demasia!

Obsessão literária 
Não sei se posso considerar isto como obsessão literária…mas antes de começar a ler tenho SEMPRE que cheirar o livro durante um bocado.

Personagem que provavelmente terias namorado na escola 

Não consigo responder a esta, de todo. Não me vem nenhum ao pensamento, porque o meu pobre cérebro está em modo Steve Logan (diga-se de passagem que até é um moço às direitas).



 Quantos livros tens por ler? 

Físicos, 8. Em eBook já perdi a conta.



Ressacas literárias. Quando foi a tua última? 
Em Outubro. Por culpa do Sr. John Verdon.

Série que começaste e precisas de acabar 

Nenhuma, por agora.

Três dos teus livros preferidos de sempre 

“Daytripper”, uma graphic novel de Fábio Moon e Gabriel Bá. “Anjos e Demónios”, de Dan Brown e “Não Abras os Olhos”, de John Verdon.



Último livro que leste 

“Sequestro de Alto Risco”, de James Patterson e Michael Ledwidge.

Voltarás a ler 

“O Caso dos Gémeos Desconhecidos”, de Ellery Queen. 

Wishlist literária. Qual o último livro que adicionaste à tua wishlist?
“Attachments”, de Rainbow Rowell 

X marca o lugar. Qual o 24º livro da tua estante? 
“O Caso dos Gémeos Desconhecidos”.

YA ou livros adultos?
Preferencialmente livros adultos, mas certos YA também me agradaram muito.

Zzzz...Qual o último livro que te manteve acordada até tarde?
Tendo em conta que ontem já era bastante tarde e eu não queria dormir porque “só” me faltavam 220 páginas para acabar o livro, diria “O Terceiro Gémeo”.

Espero que tenham gostado :) 
Até à próxima.




TAG Chocolates Literários


Como além de bibliófila sou chocólatra, não resisti a responder a uma das minhas TAGs favoritas - Chocolates Literários! Vamos começar:


  • Chocolate Preto - Um livro que aborda um tema escuro (abuso, violência doméstica, violação, solidão, assédio moral, morte, etc.) 

    Para esta categoria decidi escolher um livro de não-ficção que aborda o tema do holocausto de uma forma franca e emocionante:



    Neste livro o autor relata o que vivenciou no campo de concentração e as suas descrições chocantes e pensamentos de desespero conduzem a uma inevitável auto consciencialização de como os nossos problemas quotidianos são meras futilidades quando comparadas com o que tantas pessoas suportaram para sobreviver. Um testemunho simples e poderoso que todos deveriam ler, pois levanta vários Comos e Porquês direcionados para a humanidade que são importantes.
  •  Chocolate Branco - Um livro leve e divertido que adores.

    Sem dúvida um dos livros que me vem logo à cabeça é o:


    Um livro que comecei a ler sem grandes pretensões, mas que acabou por me conquistar completamente! Escrito na forma de E-mails, Love Virtually revelou ser uma leitura muito rápida e leve, com personagens que são verdadeiras jóias.
  • Chocolate de Leite - Um livro do qual muitas pessoas falam e que queres muito ler.

    Um livro muito aclamado no booktube e que me tem despertado muita curiosidade é o:


    Dois estranhos (um príncipe rejeitado e um assassino contratado) entram na vida da personagem principal e interagem com ela sem sabermos quem é quem…no mínimo intrigante.
  •  Chocolate recheado com Caramelo - Um livro que te derreteu o coração.

    Amo histórias de sobrevivência…adoro o filme Náufrago, gosto muito de Lost (menos do fim) e sou fã da série The 100, portanto On the island, de Tracy Garvis Graves era um livro para o qual tinhas altas expectativas e mesmo assim ainda as superou.





    Acompanhamos o desenvolvimento das personagens e da sua relação numa ilha deserta, onde têm que trabalhar juntos para sobreviver. Uma história fantástica e comovente!
  •  Kinder Surpresa - Um livro que te surpreendeu recentemente.


    Este foi um livro que me surpreendeu pela sua originalidade, pois como estamos dentro da mente do narrador (Joe), acaba por ser uma leitura menos imparcial e apesar de sabermos o quanto o Joe é obsessivo e louco, não podemos negar que é engraçado e inteligente, fica difícil não sermos, de certa forma, leitores cúmplices.
  •  Lion - Um livro que te deu vontade de rosnar, de tão chateado(a) que ficaste.

    Tanta gente falava bem desta graphic novel que eu esperava que fosse maravilhosa!


    Contudo nunca chegou a ser realmente envolvente… Acabei e fiquei com aquela sensação de: Só?
  •  Chocolate quente com marshmallows - Um livro que já leste e voltarias a ler centenas de vezes.

    Uma graphic novel que pretendo reler várias vezes e que se pudesse distribuiria nas mãos de toda a gente:


    Este é daqueles livros que o melhor é se começar sem se saber nada sobre ele. Tem uma arte fantástica e uma mensagem muito profunda, não é possível recomendá-lo o suficiente!
  •  Caixa de Chocolates - Um livro que já leste e achas que tem algo que agrade a todos.

    Um livro que tem ação, entretenimento, romance, referências à cultura pop, distopia e até suspense:



    O inigualável Ready Player One é provavelmente o livro mais completo que já li e nunca ouvi nenhuma opinião negativa acerca dele, prova de que há vários aspetos no livro que sempre acabam por conquistar o leitor… Simplesmente brilhante.
    Aguardo ansiosamente a adaptação cinematográfica do livro feita por Spielberg a estrear no fim de 2017.

Quais são os vossos chocolates literários?
Beijinhos!