terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Opinião "O Estranho Caso do Cão Morto" de Mark Haddon


 Sinopse:



Referido pelo The Times como «um dos melhores livros de 2003» O Estranho Caso do Cão Morto é muito divertido. Conta a história de Christopher Boone, um miúdo autista, com apenas 15 anos que vive enredado no seu próprio mundo, longe de tudo e de todos. Possui uma memória fotográfica e é um aluno excelente a matemática e a ciências mas detesta o amarelo e o castanho e não suporta que alguém lhe toque. Absorvido pela sua doença, Christopher desperta um dia quando encontra o cão da sua vizinha morto, no meio do jardim, com uma forquilha atravessada. A partir daqui nunca mais será o mesmo pois só descansará quando descobrir quem cometeu tão atroz crime. Uma obra de humor irónico, que irá em breve ser adaptada ao cinema, pois os direitos para filme foram já adquiridos pelos produtores de Harry Potter, contando com Brad Pitt como actor. (Fonte: wook.pt)



Este deve ser dos livros mais únicos que já li! Previamente à sua leitura tinha apenas uma vaga ideia do que tratava, pois havia lido uma sinopse resumida há algum tempo e resolvi pegar nele quando o vi na biblioteca. Ao abri-lo, os seus capítulos chamaram-me a atenção e tive que o levar (deixo que descubram por vocês essa característica diferenciada que faz todo o sentido).

Antes de mais, é importante ressaltar que este é um livro focado no personagem principal, afinal, sendo narrado em primeira pessoa, passamos a interpretar tudo através da sua perspetiva, sendo esta uma das particularidades mais extraordinárias deste livro – sem que nos apercebamos, encontramo-nos dentro da mente de um autista.

As histórias focadas num personagem são sempre arriscadas, pois a partir do momento em que o leitor não sente empatia para com o mesmo, é quase impossível que consiga apreciar o livro, contudo aqui, tal como n’O Apanhador no Campo de Centeio, o autor conseguiu trabalhar esse aspeto de forma genial.  

A narrativa começa com o nosso protagonista a querer desvendar o mistério do assassinato do cão da vizinha, contudo este é apenas um pano de fundo para que muitos outros temas extremamente importantes sejam abordados pelo ponto de vista do Christopher. 


Outra particularidade que achei interessante foi o facto do personagem colocar desenhos, esquemas, gráficos e mapas ao longo das páginas para nos elucidar quanto ao seu pensamento e quanto à forma de lidar com os seus sentimentos, algo que nos permite compreender toda a lógica por detrás das suas decisões e dos seus atos.



Com uma escrita muito envolvente, este é daqueles livros que aconselho (se possível) a ler sem muitas pausas para que se sinta mesmo ao máximo a experiência de estar na pele de um autista.

Ao repensar n’O Estranho Caso do Cão Morto, em todas as sensações que me transmitiu e na forma como me fez refletir, pergunto-me a razão pela qual não lhe dei 5 estrelas quando o pontuei pela primeira vez…Simplesmente não tenho, não há nada que possa apontar como negativo ou desnecessário nesta história, ela cumpre o seu objetivo na perfeição e surpreendeu-me a todos os níveis.



Nota: Sempre admirei imenso o ator que interpreta o papel de Max Braverman, um rapaz com síndrome de Asperger na série Parenthood (logo acima). Acho que a série pinta muito bem a condição e a forma como esta acaba por afetar toda a família, tal como no livro.

É uma obra bastante honesta que retrata a pessoa com autismo de maneira muito digna, desmistificando mitos e preconceitos. Recomendo imenso e aguardo ansiosamente a adaptação cinematográfica!




E vocês, já leram ou ouviram falar deste livro? :) Beijinhoos!


5 comentários:

  1. Li-o uma vez há uns anos e adorei, acho que o vou reler este ano pois foquei com vontade ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom! :D Fazes bem, também pretendo reler daqui a uns anitos! :)

      Eliminar
  2. Fiquei muito curiosa!!:)
    Tenho de adicionar à lista!
    Beijinhos e boas leituras!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boaa, espero que gostes!
      Beijinhos, obrigada e igualmente! :D

      Eliminar