quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Opinião - "Wonder", de R. J. Palacio




Autor:
R. J. Palacio
Editor: RHCP Digital
ISBN9789897060502
Edição ou reimpressão: 03
Páginas: 320


Sinopse
August nasceu com uma deficiência genética que faz com que o seu rosto seja completamente deformado. Quando nasceu os médicos não tinham esperança de que sobrevivesse, mas sobreviveu. Vários anos e muitas cirurgias depois, August vai, aos 10 anos, enfrentar o maior desfio da sua vida. A escola. 
Contado a várias vozes, é uma história emotiva das dificuldades que tem de superar uma criança com uma terrível deformação e um relato do milagre que é a vida.

Opinião
Este livro tinha muito boas opiniões, tanto no Goodreads como no Instagram, e depois de ver a sinopse decidi lê-lo. Normalmente não gosto muito de livros que andem sempre a "saltitar" de narrador, mas acabei por gostar da forma como as divisões foram feitas, e o que nos foi dado a conhecer pela autora em cada momento.
August, um menino de 10 anos que nasceu com uma deformação craniofacial, tem de enfrentar pela primeira vez o temido mundo da escola. Até à idade atual, foi sempre muito protegido pelos pais, no entanto, o esforço dos progenitores não foi suficiente para o impedir de sentir o preconceito a ele dirigido.
Vamos acompanhando o percurso de adaptação de August a esta nova realidade, e todos os desafios que a acompanham, incluindo olhares, comentários e jogos maldosos de que foi vítima. Vemos a forma como ele, os seus amigos e a sua família lidam com as tristezas e as alegrias diárias. Assistimos ao amadurecimento deste menino bondoso, sensível, corajoso e extremamente observador.
Os capítulos são extremamente curtos, o que nos faz estar sempre a virar a página para saber só mais um pouquinho da história desta criança. A escrita é muito simples (nem podia ser de outra forma, pela tenra idade do protagonista) e fluída, e este livro retrata de forma bastante vívida o dia-a-dia que algumas crianças têm que enfrentar na escola. O August é bastante fiel a si mesmo e às crianças de 10 anos, revelando momentos em que o seu pensamento deixa de ser tão centrado em si e no seu bem-estar, e outros em que a sua confiança sofre grandes quebras com as atitudes das outras pessoas para com ele.
Este livro tocou-me especialmente, mas isso é história para outro dia. Contudo, por muito que tenha gostado do livro, não deixo de ficar desiludida com a forma como termina, por ser demasiado utópico.
Recomendo-o, é uma leitura interessante e que nos faz pensar na forma como agimos e toleramos os outros.


Já leram ou têm curiosidade em ler este livro?
Beijinhos :)


1 comentário:

  1. Vejo este livro em todo o lado. Um dia vou pegar nele ahah

    http://like-a-fangirl.blogspot.com

    ResponderEliminar